Alethéia burguesa e os intocáveis

 

lula Escrito por Prof.ª Joana Darc Faria de Souza e Silva*

Ao amanhecer deste  4 de março de 2016, o Brasil e o mundo assistiram ao grande espetáculo midiático da operação Alethéia da famosa Lava Jato, que sem notificação humilhou o nosso ex-presidente Lula e sua família.

Lula é um símbolo de superação e expressão máxima da luta dos trabalhadores(as) do Brasil, América Latina, do Caribe e outros países dos séculos XX e XXI.

Por isso mesmo foi surpreendido pela condução coercitiva do “aparelho” intimidador como na ditadura, em pleno século XXI, onde a coerção não se usa mais, nem para conduzir dependentes químicos às clínicas de recuperação.

O ato violento e constrangedor, “ruminado” 24 horas todos os dias na imprensa atingiu todos lutadores(as) do povo brasileiro e do exterior, e que prestaram solidariedade ao ex-presidente.

A encomendada referida operação tem um chamativo significado grego: “procura da verdade”, mas com os holofotes da Casa Grande, ou seja, da grande mídia nativa, comercial e do abuso de poder ultraconservador constitucional. É a modernidade que nos lembra do tempo dos coronéis, como um grande retrocesso desastroso, que deteriora a nossa jovem democracia.

Se querem mesmo “lavar roupa suja” da Petrobrás, nosso patrimônio e orgulho nacional, pressupõe lavar, lado direito também e rever o golpe sorrateiro de FHC Serra(difamadores de nossas estatais) e seus planos de entregar a Petrobrás em 97 com o marketing de Petrobrax.

O Brasil Privatizado e o desmonte do Estado, livro do saudoso Aloysio Biondi, foi ignorado, como também A Privataria Tucana, de Amauri Ribeiro Jr. e O Príncipe da Privataria, de Palmério Dória, por denunciarem com detalhes e documentos do Brasil liquidado. Por que será? Michel Foucault responde que “cada sociedade tem seu regime de verdade com seus tipos de discursos que ela acolhe para funcionar  como verdadeiros, fazendo silenciar outras verdades”.

Assim como um fungo que cresce se espalha rapidamente, as  elites propagam que a corrupção, a propinização são a maior novidade no país, causada pelo atual governo, que, aliás, melhorou a vida dos brasileiros(as) chamando atenção do mundo – da ONU inclusive.

Esta é a gênese da crise política, com vistas nas próximas eleições, por isso é sempre bom exercitar nossa memória, melhorar nossas reflexões e aperfeiçoar nossa democracia.

Então o que dizer da Operação Satyagraha da PF e Daniel Dantas do Banco Opportunity e das célebres “offshores” dos anos 90?O que dizer da privatização da Vale do Rio Doce e seus desdobramentos até o lamaçal de Mariana/MG? Esses são alguns exemplos para você conferir se “todos(as) são iguais perante a lei” na democracia burguesa, preconceituosa, herdeira do escravismo mercantilista de nossa História.

Para recordar mais: “Pegaram um dia um operário e disseram-lhe: senta-se no banco dos réus. És acusado de haveres nascido com sonhos na cabeça. És acusado de fazeres discursos de improviso com vigor e garra que nascem do fundo das vísceras do espírito” (fragmento do Bilhete para um operário, de Lourenço Diaféria, e publicado na Folha de S. Paulo, em 15/09/1980).

Lamentamos o ocorrido com o companheiro Lula e tantas pessoas vítimas do preconceito no Brasil, mas aprendemos com o Che a capacidade de indignarmos diante de qualquer injustiça cometida contra qualquer parte do mundo.

Por outro lado, Lula é muito reverenciado em muitos países assim como nosso projeto de nação, que não exclui ninguém.

Apesar de tudo, acreditamos que é possível um país mais civilizado, que respeita a diversidade como riqueza, sem racismo, sem machismo, sem LGBTTfobia  sem privataria, sem propinização, sem corrupção, mais humanizado, democratizado e mais justo.

Viva o Brasil! Viva o povo brasileiro!

*Secretaria de Formação Política do Diretório do Partido dos Trabalhadores de Toledo/PR.

 

 

 

 

Sobre mulheresdoforum

sou aposentada. Viajo bastante e quero usar este espaço para trocar informaçoes sobre política, cidadania, etc
Esse post foi publicado em Artigo e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s